sexta-feira, 4 de junho de 2010

A Lenda Sobre George Heathaway - Parte 1


A lenda é que nunca tirava o chapelão.
Apesar de (claro) falsa, a lenda não era infundada, aquele homem gigante fazia quase absolutamente tudo com o cabeção coberto: Ir à praia: com. Dormir: sem. Ir à igreja: com. Tomar banho: sem. Fazer sexo: com. É claro.  

Era um hipopótamo que pesava 220 quilos vestido e 215 nu, mas uivava como uma moça quando fazia sexo. É claro que amava a sua mulher, mas recorria frequentemente a prostitutas, pois só elas permitiam-lhe a posição que ele mais gostava. Gostava de fazer sexo por cima, pois se sentia poderoso, dominante. As razões eram óbvias de só as mulheres pagas lhe concederem esse prazer.
 
A esposa saiu de cima e as banhas dele pararam de sacolejar. A muito custo George se levantou, foi no banheiro, urinou e limpou o seu pinto pequeno. Vestiu os seus 5 quilos de roupa de vaqueiro inapropriados pra aquele país tropical e fez o que os seus empregados chamavam de "A fungada de bode". Era quando ele tinha uma irritação ou inquietação e não sabia direito de onde vinha, começava a ponderar, mas achava uma audácia alguém (até mesmo ele próprio) analisá-lo, então lutava mentalmente consigo mesmo, chegava a uma incrível fadiga mental, perdia a luta, fazia um bico, encrespava as sobrancelhas e fungava pelo nariz, de resignação. Aquela fungada significava que ia vir chumbo grosso pra cima de alguém.  

Só a esposa dele sabia controlar a fungada de bode. "O que foi, meu ursinho grandão?". Hum. "Tem algo te chateando?". Tinha. "O que é?". Ele achava que era o jantar. "De novo esse assunto? Já conversamos sobre isso, não?". Hum. "Ele é o nosso filho, convidou a gente com tanto carinho...". Mas era isso que ele temia, conhecia o moleque e nem sabia como aquilo podia ser filho dele e o restaurante devia ser coisa de bicha e ele não queria ir lá. "Pois você vai sim e trate de se comportar e comer tudo nos conformes sem fazer nenhum escândalo. Hum.
Na saída, aproveitando um descuido da mulher, ele enfiou uma mortadela no bolso.

Por Moai

Um comentário:

  1. O imaginário mundo do Dr. Parnassus! É um filme dele...?leeeeenda(?)

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails